QUAL A MEDIDA IDEAL DO SENTIDO DA VIDA?

Ninguém vai nos dar o amor que queremos, ninguém que morreu voltou para nos assegurar do que diz a religião e não existe a sociedade que sonhamos.

O outro é uma decepção? Sim. A religião é uma ilusão? Sim. Existe alguma ideologia que dê conta de toda a complexidade da sociedade? Não.

Parece que nada faz muito sentido.

No entanto, necessitamos de sentido – com a condição de que essa necessidade não vire uma obsessão.

Quem não quer um grande amor? Alguém conseguiria sobreviver no vazio? Como não lutar por um mundo melhor?

Queremos o amor, Deus e a igualdade. No entanto, pouco sabemos sobre o amor, Deus e igualdade social.

Portanto, queremos – mas não sabemos como e onde encontrar o objeto do nosso querer. Ou seja, precisamos querer – mas sem poder querer demais.

O sentido da vida é aquilo que temos que buscar – mas deixaremos de encontrar exatamente quando quisermos encontrar demais.

Qual é a medida ideal do sentido da vida? Eis a questão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s