QUAL É A VERDADE DO AMOR?

Quando amamos queremos mais e mais amar. Ou seja, não nos perguntamos acerca dos motivos que nos fazem querer amar de modo tão enlouquecido.

Ninguém duvida de que o amor é uma coisa muito boa. No entanto, o amor não é um sentimento separado de seu oposto – e que ele mesmo quer tamponar.

A questão é que achamos que se amarmos mais e mais iremos suprimir isso que é o contrário do amor. Ou seja, só intervimos do lado do amor. Sequer tocamos seu avesso.

Há um nível subterrâneo e perturbador do amor.

A verdadeira saída não deveria ser achar que é amando loucamente que conseguiremos purificar o amor desse seu lado esquisito.

O verdadeiro ato de amar é intervir nesse domínio subterrâneo e obsceno do amor – transformando-o.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s