NÃO SOU NEM DO BEM E NEM DO MAL …

Em tudo há alguma obscenidade. A lei é uma coisa boa? Sim. No entanto, chega uma hora que cansa só obedecer.

Cansa seguir uma mesma dieta e cansa só transar papai e mamãe.

Não deveríamos caminhar em direção a nenhuma verdade. Só a verdade – também – enjoa.

Ao impormos qualquer coisa – seguramente – teremos que nos preparar para a experiência do pior.

Toda pureza leva a alguma impureza. O adolescente promíscuo só se envolve em orgias porque sua mamãe – toda certinha – lhe serve de ponto de exceção, de garantia externa.

Sem perversão nenhum almofadinha se sustenta. Sem os prostítulos as famílias mais tradicionais explodiriam.

Toda objetividade excessiva incita para uma subjetividade desregrada. Desse modo, a melhor saída não é ficar do lado da submissão à lei que – necessariamente – conduz à sua transgressão.

É por isso que não me ligo à nada que se apresenta como verdadeiro. Não quero pagar o preço do risco de enlouquecer. Prefiro habitar o lado onde tudo falha. Prefiro nunca tomar qualquer verdade como absoluta.

Todo extremo – para o bem ou para o mal – é pulsão de morte!

Evaristo Magalhães – Psicanalista
Atendimento por vídeo chamada pelo WhatsApp: 31 996171882
Instagram: @evaristo _psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s