MUITO CUIDADO AO CUIDAR DE ALGUÉM …

O que devemos fazer quando queremos ajudar alguém? Nada. Se queremos ajudar uma pessoa, precisamos esvaziar, ao máximo, nossa ação – sobre ela – para que ele possa agir por si mesmo.

A epidemia de adoecimento psíquico que estamos vivendo é a prova – cabal – de que os ensinamentos da religião, da filosofia e da ciência não dão conta de toda a complexidade subjetiva dos seres humanos.

Ajudar não pode ser de fora para dentro e, sim, de dentro para fora. Quem ajuda precisa apenas criar condições para que quem está sendo ajudado possa descobrir, por si mesmo, qual saber melhor diz de sua dor.

Não é de fome física que estamos falando. É óbvio que é fundamental acabar com a desigualdade social. Estamos falando da dor de não se saber existir.

Para isso, não existe doutrina, teoria ou ideologia que dê conta. Esse saber não se encontra pronto em livros, discursos, conselhos e orientações.

Esse saber é de cada um. Ninguém melhor que a própria pessoa para saber acerca do que se passa consigo.

Desse modo, muito cuidado para não confundir ajudar com sufocar o outro em sua individualidade.

Evaristo Magalhães – Psicanalista
Atendimento por vídeo chamada pelo WhatsApp: 31 996171882
Instagram:@evaristo_psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s