NUNCA SEREMOS AMADOS COMO GOSTARÍAMOS …

Quem amamos nunca nos amará como gostaríamos. No entanto, mesmo sabendo disso, temos que amar como se outro fosse tudo para nós. Nenhum amor é possível se não for desse jeito.

Sabemos que nossos pais são falhos – mesmo assim precisamos tomá-los como nossos maiores heróis.

Sabemos da realidade – mesmo assim necessitamos colocar nela uma certa quota de ilusão para que as coisas façam algum sentido.

Contudo, ainda que coloquemos todo o amor que temos para compensar o amor que não temos, a vida nunca deixará de nos escancarar a impossibilidade que temos de atingir todo o amor que gostaríamos.

Desse modo, será possível manter toda a intensidade do amor se sabendo incapaz do amor que se deseja? Será possível se saber desamado sem que isso interfira em toda a intensidade de ser amado?

Evaristo Magalhães – Psicanalista
Atendimento por vídeo chamada pelo WhatsApp: 31 996171882
Instagram:@evaristo_psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s