NINGUÉM PODE SER O AMOR DA VIDA DE NINGUÉM …

Evaristo Magalhães – Psicanalista
Atendimento por vídeo chamada pelo WhatsApp: 31 996171882

Quando estamos amando, não queremos ser UM amor do outro, queremos ser O amor do outro. Ou seja, queremos compor tudo do interior do outro.

A questão é que não existe O amor. Ninguém consegue ser tudo para ninguém.

Há quem ame na ilusão do todo e da completude. O que é o todo? O que é a completude? Existe medida? Não.

Desse modo, todo mundo precisaria de vários amores para se sentir completo. Vários amores, não quer dizer transar com várias pessoas ao mesmo tempo

Vários amores significa que a falta nos constitui.

Vários amores significa que é da nossa humanidade existirmos para buscar alguém que nos seja o mais completo possível. É fato que nunca encontraremos. Porém, a vida deixa de ter qualquer sentido se deixarmos de procurar – ainda que estejamos com alguém.

Instagram:@evaristo_psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s