TRABALHE COM A HIPÓTESE DE PERDER QUEM VOCÊ AMA …

Evaristo Magalhães – Psicanalista
Atendimento online: WhatsApp 31 996171882

Não estamos seguros de nenhum amor. É sempre possível que nossos amores encontrem amores ainda mais amáveis que o nosso. Ou seja, temos que dar conta de amar a perda.

O dilema amor/desamor é sem solução. A consciência do desamor precisa ter a mesma medida da consciência do amor. O desamor precisa ser tão real quanto o amor

Temos que trabalhar com a hipótese do desamor? Sim. Mas sem que isso interfira na qualidade dos nossos amores. Também, não podemos ceder ao amor negando tudo do desamor.

Temos que nos permitir ao desamor sem que isso vire uma espécie insegurança louca. Temos que manter a crença na possibilidade da perda – de tal modo que ela não configure surpresa caso venha a acontecer.

Entre o amor e o desamor é impossível saber quem saíra vitorioso.

O amor é o que mais queremos. Contudo, não podemos usá-lo para negar o desamor.

De nada resolve odiar o desamor. Isso não o torna menos possível. Melhor é amar o desamor. Seria um problema a menos para a nossa alegria de viver.

Instagram:@evaristo _psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s