O QUE A PSICANÁLISE TEM A DIZER SOBRE O FASCISMO?

Evaristo Magalhães – Psicanalista
Atendimento online: WhatsApp 31 996171882

Nascemos como objeto de nossas mamães. No entanto, precisamos sair dessa condição para sermos nós mesmos.

Teremos que perder nossas mamães. É essa perda que muitos não suportam.

É óbvio que crescemos, estudamos, namoramos, casamos e trabalhamos. Isso significa que conquistamos nossas liberdades em relação ao útero de onde viemos? Não.

Esse ideal de completude pode reaparecer em outros aspectos do nosso existir. Ele pode aparecer na fé fanática do religioso, no autoritário, racista, homofóbico e misógino quando negam o diverso.

Depois que rompemos com nossas mamães nada mais será completo porque adentramos no eterno mundo do contingente e do contraditório. É isso que muitos não dão conta e querem trazer suas mamãezinhas de volta na invenção de um fantasioso útero composto só por ricos, brancos, héteros e machos.

Não existe democracia sem divã!

Instagram:@evaristo_psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s