TEMOS QUE AMAR NOSSAS DEPRESSÕES …

Evaristo Magalhães – Psicanalista
Atendimento online: WhatsApp 31 996171882

A felicidade não é só dar conta de que se é capaz. A felicidade é dar conta de que se é impossível.

A felicidade não está do lado do que podemos. A felicidade está na capacidade de amar o que está depois do que podemos. Ou seja, amar o que não podemos.

Não podemos confundir capacidade com possibilidade. Somos capazes em muitas coisas, mas em outras, somos impossíveis.

A pessoa vigia, corre atrás, invade o Whatsapp e as redes sociais de quem ela ama. Ela acha possível controlar tudo do outro. Não é.

Somos – sim – capazes de amar. No entanto, não podemos confundir amor com posse. Isso não é amor e, sim, sufocamento e escravidão. Nenhum amor pode dar certo sem autonomia e liberdade.

Podemos até cultivar um espírito jovem. No entanto, não podemos confundir cirurgia plástica com eterna juventude. Podemos usufruir – e muito – do tempo. Não podemos é achar que dominamos o tempo.

Podemos – sim – buscar e lutar pela felicidade. Contudo, querer toda a felicidade – já não é mais felicidade e, sim, loucura pela felicidade.

Há o inevitável. Infelizmente, o tomamos como inimigo da nossa felicidade. Daí, sofremos, deprimimos, revoltamos e vitimizamos.

Como tratar esse inevitável de outro modo que não sendo o pior? Essa é a verdadeira felicidade.

Instagram: @evaristo_psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s