A MELHOR COISA DA VIDA É SOFRER POR AMOR

 

Quantos não sofrem por amor? Isso é ruim? Para a maioria é o que há de mais desesperador. Quantos não se matam por isso? Não deveria ser assim!

Suportar a perda de um grande amor é a maior prova de amadurecimento que existe. Quem dá conta de um adeus amoroso é porque aprendeu a lidar com a única certeza que temos na vida: perderemos tudo e terminaremos a sós.

Não é masoquismo sofrer por amor. Nunca estamos tão próximos da verdade da vida quando perdemos alguém.

A felicidade no amor é a maior mentira da vida. A vida não nos ama. Não adoeceríamos, não envelheceríamos e não morreríamos se a vida realmente nos amasse.

A vida não quer que nos iludamos com o ter e com o ser. Não deveríamos cobrir nossos mortos de flores. Não deveríamos nos entupir de antidepressivos porque estamos angustiados. Experimentar, encarar e carregar a angústia é a atitude mais revolucionária que se possa ter.

Ninguém está tão perto da verdade quando está diante de uma perda.

É pura covardia querer decifrar os enigmas de existir. É pura covardia querer superar o vazio que ficou. Perder – também – não deveria ser sinônimo de sofrer. Perder deveria ser visto como a experiência mais normal da vida – uma vez que perder é a única possibilidade que temos de ir de encontro ao que somos de mais verdadeiro!

Evaristo Magalhães – Psicanalista
Atendimento online: WhatsApp 31 996171882
Instagram:@evaristo_psicanslista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s