POR QUE TEM GENTE QUE FAZ ESCOLHAS BIZARRAS?

Por uma pessoa inteligente, tendemos a achar aquela que pensa a partir dos pressupostos dados pela filosofia e pelas ciências sociais.

Fora desses padrões, chamamos a pessoa de burra, ignorante, manipulada, alienada, etc.

Não basta ter a filosofia e as ciências sociais como critérios para avaliarmos a inteligência de quem quer que seja.

Há algo para além dessa inteligência que nenhuma sociologia ou filosofia capta.

Para além de toda teorização, é preciso que atentemos para o uso sentimental que as pessoas fazem de seus pensamentos e ações.

Achamos que comemos apenas para matar a fome. Achamos que nos relacionamos apenas porque tememos a solidão. Achamos que estudamos apenas para compreender a realidade. Não é só por isso.

Não sabemos de onde viemos e nem para onde vamos. Vamos envelhecer e vamos morrer. Perderemos pessoas amadas. Portanto, todos esses nossos dramas existenciais não estão alheios ao que pensamos e fazemos.

Desse modo, antes de julgar como sendo burra a forma de pensar de uma pessoa, é preciso considerar em que medida este foi o único modo encontrado por ela para se sustentar diante da loucura que é estar vivo.

Enquanto não levarmos em conta esse aspecto mais primitivo do existir humano em nossos julgamentos de quem quer que seja, jamais compreenderemos o que leva tanta gente a fazer certas escolhas bizarras.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Instagram: @evaristo_psicanalista

Twitter: @evaristopsi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s