NENHUMA PESSOA DOMINADORA PODE DURAR MUITO TEMPO …

Ninguém tem o domínio de tudo. Somos uma infinidade de afetos. Estamos em constante processo de invenção. Somos plásticos: deslizamos para lá e para cá. O ser humano é incontrolável.

É por isso que não há modelo mais salutar para as relações que manter sempre em aberto o diálogo, as contradições, as diferenças e os antagonismos.

Não existe poder sem a presença de alguma obscenidade.

Todo autoritário crê tudo poder cercear. O que é o tudo? O tudo existe? Não.

Em sua obsessão pelo absoluto, o autoritário acaba provocando contra si uma reação de proporções iguais ou superiores às suas pretensões.

Não há pior morte para si do que querer saber pelo outro.

Não termina bem nem quando alguém é autoritário consigo mesmo.

Somos conflito: individualmente e socialmente. Ninguém sabe tudo de si. Não somos iguais.

A questão é que – para muitos – é angustiante não existir um denominador comum. Não existe! Nunca existirá!

Caso exista, perderemos nossa humanidade: viraremos autômatos!

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Instagram: @evaristo_psicanalista

Twitter: @evaristopsi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s