TODA DOR DE AMOR É CULPA DE QUEM AMA E NÃO DE QUEM DEIXOU DE AMAR …

Queremos amar. Só não queremos assumir as consequências de amar.

O amor tem consequências? Sim. Podemos viver amores incondicionais, dedicados, cúmplices e confidentes.

No entanto, amar só vale para o seu momento presente.

Os desdobramentos do amor é que ele pode deixar de existir na próxima mensagem do zap.

Todo amor é sem garantias. É essa consequência do amor que não levamos em conta enquanto amamos.

É porque amamos de modo inconsequente que sofremos, entramos em pânico, chantageamos, humilhamos e ameaçamos quando somos abandonados.

Toda dor de amor é culpa de quem amou e não de quem deixou de amar.

Deixar de amar não é uma escolha. O amor não se explica. Sempre é possível que quem amamos encontre amores mais amáveis que o nosso. Quando isto acontece, não há o que possamos fazer.

Ninguém pensa em perder quando ama porque temos uma relação desesperadora com a perda. Não deveria ser assim!

No amor, não existe lado certo.

No amor, o avesso deveria ser tão natural quanto o avesso do avesso do avesso!

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s