NÃO SE DÊ DEMAIS PARA NINGUÉM …

Em tudo é necessário um certo equilíbrio.

Se for para evitar um dano maior, o máximo que você pode fazer é colocar o dedo na cara de quem te fez o mesmo.

Relação é troca, gentileza e boa educação. Melhor, relação é uma via de mão dupla.

É óbvio que é sempre bom dar um passo à frente. No entanto, não dê mais nenhum passo se o outro não te acompanhou.

Gentileza tem que gerar gentileza.

Portanto, não procure quando é só você que procura. Pare de telefonar quando é só você que telefona. Não faça declarações de amor quando é só você que demonstra seus sentimentos.

É óbvio que não existe relação se ninguém tomar a iniciativa de procurar, telefonar e dizer de seus sentimentos. Se você fez isso, não se sinta culpado. Você não errou. O outro é que foi mal educado por não corresponder ou por não dizer de seu desejo de não continuar.

Podemos não ser amados: é o risco que corremos. Não entanto, não querer amar é muito diferente de ser desumano, deselegante e estúpido com o outro que nos declarou seu amor.

Observe como seu amor te trata e te responde. Pelas atitudes, é possível perceber quem está se dando mais e quem está se dando menos.

Não se dê demais. Também, não se dê de menos. Jogue limpo e seja honesto. Não dissemine a cultura do mau-caratismo: em algum momento tudo isso pode se voltar contra você!

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s