POR QUE TENHO COMPULSÃO PELAS ARTES?

Sempre nos definimos pelo que temos de melhor. Ninguém quer se mostrar pelo avesso de si.

No entanto, nenhuma beleza é completa. Ninguém tem a verdade. Ninguém tem garantia de si e do que possui. Somos – também – o pior.

Deprimimos porque não nos admitimos finitos.

Entretanto, não seria bizarro demais alguém se definir por suas feiúras? Sim. E não seria ilusório – também – alguém se definir apenas por suas belezas? Sim.

É por isso que precisamos encontrar um modo de trazer o quem não somos para quem somos. Não podemos passar a vida inteira lutando contra o que o inegável.

Como podemos fazer isso? Como podemos contrabalancear o que somos de melhor com o que somos de pior? Pelas artes.

Gosto dos artistas porque dão conta de integrar alguma beleza ao que tanto tememos.

Nas artes, o pior não é negado – como nas ciências e nas religiões. Nas artes, toda a beleza das cores, dos gestos e dos sons estão integrados ao que nos é mais desesperador. É por isso que, pelas artes, posso me ver sem entrar em pânico comigo.

Só os artistas têm o incrível poder de mostrar a verdade sem que ninguém precise de se entupir de antidepressivos para suportá-la.

Viva a arte! Viva os artistas!

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s