O QUE QUEREMOS QUANDO AMAMOS ALGUÉM?

O que queremos quando nos envolvemos com alguém? Queremos amor, compreensão e respeito. Ou seja, só queremos coisas boas. Só queremos o lado bom da pessoa.

É por isso que o amor não é a verdade. O amor é uma ilusão porque só sabemos amar uma parte de quem amamos. É quase como se acreditássemos que o amor tivesse o poder de curar e de purificar o outro de algo que não suportamos nele.

O amor não tem esse poder. Nada tem esse poder.

Nesse sentido, o amor é meio que uma mentira que inventamos para não enxergamos a vida como ela é.

Tanto isso é fato, que quando uma pessoa não condiz com o que esperávamos, brigamos no sentido de trazê-la a de volta para o que entendemos como sendo a verdade sobre ela.

Ou seja, retornamos para a ilusão. Melhor, não sabemos amar por inteiro. Só sabemos amar pela metade. Inventamos o amor como se ele pudesse nos dar uma pessoa limpinha de algo que não queremos saber dela.

É por isso que os casais se desentendem e até se matam por amor.

Agredimos o outro porque não sabemos lidar com a verdade sobre ele. Agredimos porque carregamos a fantasia de que ele pode ser a vida toda bonitinho, santinho e certinho.

O amor não é a verdade sobre nós mesmos. O amor é um tipo de recalque. Usamos o amor para recalcar o que não gostamos no outro ou em nós mesmos.

Amamos quem nos dar o que queremos e odiamos quem não corresponde aos nossos desejos.

Isso que odiamos no outro, precisa ser amado também. Caso contrário, nunca teremos paz para amar.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s