POR QUE NÃO ACREDITO EM INCONSCIENTE?

Não acredito em regressão. Não acredito em inconsciente. Não acredito em personalidade e não acredito em mente.

Acredito que somos seres de palavra. Por isso, só temos duas alternativas: ou falamos e humanizamos ou não falamos e desumanizamos.

Entendo que sofremos não por traumas ou recalques.

Nossa dor de viver é sem causa.

Sofremos, porque nos faltam palavras. Falar é existir. O amor é discurso e a política é a arte de convencer. Chorar, revoltar e agredir são formas desesperadas de dizer para não fazer o pior.

Falamos porque, do contrário, inexistimos para nós mesmos e para o outro.

Deitamos no divã porque não estamos sabendo falar para nós mesmos e para o mundo.

Não é à toa que os psicanalistas silenciam para que falemos.

Repetimos para sermos compreendidos.

Toda felicidade advém da confirmação do outro sobre o que estamos fazendo de nós mesmos.

Não é o objeto-espelho que me confirma. É muito bom quando o outro balança a cabeça concordando conosco.

Quando dizemos que estamos tristes, não é porque não nos assumimos em nossa essência ou porque sofremos traumas em nossa infância.

A tristeza é uma narrativa que pode ser aceita ou não.

Psicanálise não é investigação. Nossa dor é sem objeto. Não há nada por detrás.

A cultura nos oferece um arsenal infinito de palavras. Mesmo assim, não há palavras para tudo.

Falar é criar jogos de espelhos. Ninguém tem a última palavra de nada.

No entanto, só nos resta tagarelar. Caso contrário, tornamo-nos invisíveis – e é este o nosso maior desespero!

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s