SOBRE A MORTE …

Temos uma dor que não é culpa nossa. Nada fizemos para que ela existisse. Ela não pode ser atribuída a ninguém e não veio de um trauma ou de um acidente. Ela veio gratuita.

Não existe ciência para ela. Nenhum remédio que a cura. Nenhum exorcismo a alivia. Não existe saber sobre ela. Toda filosofia blefa nela. Nenhuma religião é eficaz contra ela.

Ela não está fora nem dentro. Ela não aparece de vez em quando. Ela está o tempo todo. Não adianta jogar contra ou a favor dela. Não adianta pedir e nem implorar para que ela desapareça. Nascemos e morreremos com ela.

Nenhum dinheiro a compra. Nenhuma beleza a ameniza. Nenhuma inteligência a compreende. Nunca estaremos sobre ela.

Não adianta chorar, gritar ou espernear. Não adianta não querer olhar pra ela. Não resolve não querer saber dela. Não adianta fantasiar de que ela não existe. Não adianta fugir dela.

Nada que inventarmos poderá nos livrar dela. Ela não é amiga nem inimiga. Ela é – e pronto.

Não resolve se debater contra ela. Temos que tomá-la como sendo nossa. Temos que nos responsabilizar por ela. Temos que incluí-la em nossa felicidade – e sem saber de que se trata.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s