POR QUE TANTA DEPRESSÃO?

Nossa existência sofre de diferentes atravessamentos. Somos atravessados pelo tempo, pelo corpo, por pessoas e por questões sociais.

Quem não gostaria de permanecer sempre jovem? Imagina que maravilha seria se pudéssemos passar pela vida sem qualquer doença?! É uma pena que ainda não conseguimos construir a nossa utopia social.

A felicidade não é um milagre. Nossa alegria de viver está – o tempo todo – sendo atravessada por fantasmas que nos apavoram.

A vida não é lógica e nem matemática: duvide das receitinhas fáceis de felicidade. Viver é imprevisível. Cada velhice é única. Cada corpo é único. Ninguém tem o poder de mudar – sozinho – a economia e a política da sociedade em que vive.

Nossa qualidade de vida está – o tempo todo – condicionada pela capacidade que temos de desviarmos ou de fazermos furos nesses atravessamentos.

É a imprevisibilidade que impossibilita todo e qualquer conhecimento definitivo sobre qualquer coisa.

Nesta perspectiva, viver não é saber sobre a vida. Viver é saber-fazer com a vida. Espera-se que façamos bem.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s