O QUE É UMA PESSOA CÍNICA?

Quando ao que dizem, podemos admitir, negar ou reagir com cinismo. Creio que esta última, tem sido a atitude do Juiz Sérgio Moro sobre as revelações do Intercept.

O que é reagir de forma cínica? O cínico é aquele que sabe que não existe verdade absoluta, mas age como se existisse.

O cínico não é um idiota. Ele só não está nem um pouco disposto em colocar os fatos à prova. Para ele, ninguém é obrigado a abrir o debate. Ele é aquele que consegue sair bem – e sem se comprometer. Ele compreende, mas não quer saber.

O cínico não briga. Apenas faz cara de paisagem.

Não se trata de questionar se o cínico é ou não inteligente. Ele apenas não quer mostrar as razões de ser dos fatos. Ele consegue captar as razões de ser das ideias de outrem, mas prefere evitar qualquer tipo de confronto. Ou seja, ele opta pelo cinismo. Ele reconhece a realidade, mas faz de conta que não reconhece.

Os cínicos sabem dos riscos que correm ao usarem a mentira para fins políticos. No entanto, não barram o outro de contestar o que dizem. Para o cínico, falar todos podem. O que não podem é exigir que ele os escute.

Os cínicos não impedem o contraponto, mas agem fazendo-se de ouvido morto para os seus contrários.

Os cínicos não podem ser acusados de autoritários. Não podem ser acusados de censores. Não podem ser acusados de perseguidores – uma vez que deixam o outro existir, mas sem tomar para si o que ele pensa.

Os cínicos cultivam a democracia apenas em seu aspecto puramente formal.

Os cínicos são uma espécie de meio termo entre a indiferença e a confluência de ideias. Jamais podem ser acusados de dominadores – uma vez que ninguém pode lhes culpar de cercearem a liberdade. Dão ao outro o direito de existir como ser pensante, mas se dão ao direito de não reconhecê-lo como tal.

Para os cínicos, do mesmo modo que o outro é livre para não pensar como ele, é ele – também – livre para fazer o mesmo.

O cínico sabe que vai morrer um dia, mas comporta-se como um imortal.

Os cínicos parecem cães domésticos, abanando o rabo e atentos, como se estivessem entendendo tudo o que seu dono lhe fala.

O objetivo do cínico é acolher, mas sem evidenciar o ponto de vista contrário. Ou seja, reconhece, porém, sem dar qualquer visibilidade.

Os cínicos falam e permanecem firmes. Sabem tudo da oposição, mas não esboçam qualquer expressão de concordância ou de discordância.

Os cínicos sabem que tudo possui vários sentidos, porém completamente independentes uns dos outros.

É comum ao cínico desqualificar seu opositor, mas apenas sob a condição de – depois de ter dado seu recado – poder voltar atrás e dizer que não era bem aquilo que gostaria de ter dito.

Seria o Bolsonaro um cínico?

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s