O QUE É A DEPRESSÃO?

 

Não entendo porque aprendemos que o escuro é pior que o claro, que o cinza não é tão bonito quanto o azul, que o cheio satisfaz mais que o vazio, que a presença conforta mais que a ausência e que a voz preenche mais que o silêncio.

Quem disse que o escuro é pior que o claro? Com base em que inventaram que o cinza é triste e que o preto é luto?

Penso que a depressão resulta do modo como julgamos nossas vidas.

Inventamos a ilusão de que a vida boa tem cor, corpo, som, cheiro, imagem, luz, gosto, tamanho, peso e altura. Não tem!

Não podemos purificar a felicidade. Não temos poder de prever nem para daqui a pouco. Não podemos gostar só disso ou só daquilo. Não podemos amar a presença e odiar a ausência. Quem sabe do amanhã? Ninguém.

A vida é fluxo. A vida contraditória, contingente e imprevisível.

Nada do que sentimos deveria ser feio ou bonito, triste ou alegre, certo ou errado, verdadeiro ou falso.

Tudo nosso deveria ser tomado como parte de quem somos e do que somos compostos.

Não sabemos do que virá. E se vier é porque é nosso. E se é nosso é porque faz parte da nossa humanidade. E se é humano é pra ser vivido com toda a humildade possível – sem angústia ou desespero!

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s