O MELHOR É OLHAR AS PESSOAS COMO SE FOSSEM PEDRAS ..,

Só gosto de olhos bem abertos para o nada. Olhos perdidos. Contemplativos. Vazios. Largados.

O olhar atento é a porta de entrada para todas as nossas angústias e ansiedades.

Estou falando daquele olhar que procura. Daquele olhar afoito. Tenso. Fissurado. Carente.

Não existe isto que o olhar tanto procura. Tem o por detrás da paisagem. Tem o por detrás da paisagem da paisagem.

Todo olhar carrega o prazer do encontro e a dor da possibilidade desse encontro não acontecer novamente .

Por isso, não deveríamos olhar como se estivéssemos procurando. Não deveríamos olhar como se estivéssemos desejando. Não encontraremos isto que nosso olhar insiste tanto em procurar.

Tocar é uma delicia. A questão é que não só tocamos. Temos mania de nomear o que tocamos. Estou tocando (uma) perna. Não estou tocando (a) perna. Ao nomear, me dou conta da infinidade de pernas que existem no mundo.

Os animais não nomeiam. É por isso que para eles só existe o imediato. O aqui e o agora. O tempo presente.

Os animais não memorizam. Por isso, não fazem comparações. Portanto, também, não sofrem de ansiedade ou de angústia.

Não deveríamos olhar com ansiando . Pelo olhar é possível deduzir o estado psicológico de qualquer pessoa. Concordo quando dizem que o olhar é a porta de entrada para a alma.

A culpa de toda frustração está no olhar. Se não chegássemos olhando compulsivamente, não sofreríamos caso não encontrássemos ou não fôssemos correspondidos.

O melhor é olhar tudo como se tudo fosse uma pedra, um poste ou um tronco de madeira. Olhar tudo como se tudo não tivesse vida ou afeto. Olhar de forma totalmente despropositada.

Se neste olhar – totalmente solto – algum olhar pulsar por você, caberá somente a você desviar ou focar tudo de seu e viver o máximo que puder a partir desta janela que o olhar do outro abriu para o seu desejo.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s