NA VIDA, NADA É CEM POR CENTO…

Ninguém é cem por cento amado. Não existe felicidade plena. Nunca seremos compreendidos como gostaríamos. Sempre faltará algo. A questão é o que fazer com esta falta.

Não adianta exigir um amor que não existe. Uma felicidade ilusória. Uma compreensão impossível.

Há o que nada e nem ninguém pode fazer qualquer coisa por nós.

Há a falta e há o outro. Queremos que o outro supra a nossa falta.

No entanto, não existe conexão completa entre o que desejamos e o que o mundo pode nos dar. Sempre ficará um resto. Uma sobra. Um vazio. Um nada. Há aquele que no desespero de sua falta cisme de inventar doenças para trazer a atenção dos outros para si. Há quem use de chantagens. Há quem use de agressividade. Há quem mata e se mata por não ter tido o que esperava.

A questão é que sempre esperamos do outro a nossa salvação. A questão é que só nos serve se for completo e eterno. Nunca será. E – também – não adianta esperar a plenitude do outro – uma vez que ele – sequer – a possui para si mesmo.

Esta falta é minha. É de cada um. Cada um terá que encontrar um jeito de se fazer com ela. Espera-se que se faça bem feito.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s