POR QUE TEM GENTE QUE QUANTO MENOS AMADA, MAIS AMA?

Não ser amado é o mesmo que estar diante do nada, da morte e do vazio.

Há o vazio. No entanto, inventamos um tanto de palavras e de coisas para colocar sobre ele. Pode acontecer dessas coisas e dessas palavras não serem suficientes ou se perderem dele. Pode acontecer de acreditarmos em um amor e este amor nunca ser correspondido.

Então, por que insistimos tanto em um amor inócuo?

A vida é uma beleza quando conseguimos contornar bem o nosso vácuo. A questão é que pode acontecer de não o conseguimos.

Nosso grande problema é quando colocamos alguém que se coloca completamente frio diante do nosso vazio. Ou colocamos alguém que ama cobrir nossa falta, mas a vida a retira de forma abrupta deste lugar.

Não sofremos porque o outro não nos quer. Não sofremos porque o outro partiu. Sofremos, porque não suportamos ficar neste lugar de nada.

É ótimo quando damos conta de contornar nossas perdas. O problema é quando isto não acontece. No entanto, pode acontecer de fracassarmos neste intento. Pode acontecer, não. Vai acontecer.

Vamos insistir no impossível? Há quem conduza a vida neste masoquismo. Há quem dê conta de tomar o vazio do outro como sendo seu. Há quem dê conta de colocar seu vazio dentro da mochila e seguir em frente. Há quem dê conta de carregar seu vazio mesmo sabendo que nunca vai existir qualquer objeto ou pessoa capaz de abarcá-lo.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s