DA NATUREZA, NINGUÉM PASSARÁ …

Não entendo como alguém consegue sobreviver dando as costas para a existência.

Muito me incomoda os enigmas da vida.

Por que perguntar de onde viemos e para onde vamos? É porque não temos respostas sobre nós mesmos e sobre o que nos angustia, que não conseguimos parar de perguntar. É porque perguntamos que desenvolvemos a nossa inteligência. Desenvolvemos a nossa sensibilidade. Nossos valores e sentimentos. É porque perguntamos que nos humanizamos.

O problema é enlaçarmos alguma palavra nisso que nenhuma palavra toca. No entanto, é exatamente isto que dá consistência à nossa inteligência. É por isto que tem vida curta qualquer o conteúdo que só se reveste de banalidades. O bom cinema é aquele que me faz pensar sobre o meu existir. O bom teatro não é aquele que me faz rir por rir, mas aquele que me faz ir de encontro ao que trago de mais patético como humano. Bom é ir vivendo e experimentado o que do viver não é vida.

Só desiste aquele que em algum momento pensou que a vida pudesse não ser contraditória. Só sai passando por cima de tudo, aquele que acha que nada vai passar por cima de si em algum momento.

No final, é inevitável que seremos todos sucumbidos. É uma grande bobagem achar que homens, brancos, ricos e heterossexuais não terminarão do mesmo jeito que mulheres, negros, pobres e lgbts. Se a justiça do mundo falha, a natureza nunca vacila. Da natureza, ninguém passará.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s