MORRER DEVERIA SER TÃO BONITO QUANTO VER O MAR …

Durmo quando estou com sono. Como quando estou com fome. Tudo isto me dá muito prazer. No entanto, não aceito morrer quando estou morrendo.

Acho lindo ver o mar, as flores e as montanhas. Adoro sentir o cheiro da terra, o ar fresco e o calor do sol.

Morrer teria que ser tão prazeroso quanto comer e dormir. Morrer deveria ser tão natural quanto a existência do mar, das flores, da terra, do ar e do calor.

A comida pode matar a nossa fome. O sono pode aliviar o nosso cansaço. No entanto, nada pode nos livrar de morrer.

O fato é que não aceitamos que estamos morrendo. Queremos extirpar de nós a nossa própria morte.

É por isso que sofremos. É por isso que não temos sossego. Queremos vencer o invencível.

Não penso para comer ou para dormir. Apenas vivo o prazer de me alimentar e de descansar. Apenas admiro o mar, as plantas, a terra, o ar e o fogo.

Desse mesmo modo, eu deveria agir para com a minha morte. Vivê-la e admirá-la com o mesmo prazer de quando me alimento e durmo e com a mesma alegria de quando contemplo as belezas do mundo. Mas, não foi bem assim que aprendemos.

Iludiram-nos com a fantasia de que podemos a eternidade. Daí inventaram a ciência, a filosofia e a religião. Iniciamos a nossa batalha com final previsível. Mesmo assim, não nos rendemos.

Não queremos só o poder. Queremos o poder sobre a morte. Não queremos só carrões, mansões, corpões, tecnologias e viagens. Queremos preencher nosso vazio com coisas. Queremos segurança. Ledo engano! Enquanto isso, estamos destruindo o planeta, aumentando a desigualdade, a violência e a fome.

Na verdade, ninguém está vencendo a morte quando luta contra ela. No fundo, estamos é morrendo iludidos de que não estamos. Não pode ser vida destruir o lugar onde se habita e se armar para não ser atacado por seu próximo que passa fome.

É seguro que o mundo seria outro se o homem lidasse melhor com a certeza de que vai morrer um dia. O mundo seria menos desigual, mais humano e menos violento.

Estou certo de que a origem de todos os nossos problemas está no fato de que tememos morrer.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s