O QUE É O TESÃO?

Tesão é confiança. É permitir que o outro adentre – em tudo de você e em todos os seus lugares – com os olhos, com o olfato, com as mãos e com a boca.

É não determinar. É dar ao outro todo o tempo que ele quiser em seu seu cóccix ou na menor dobra de sua virilha. Se ele quiser, pode só olhar, cheirar ou lamber.

Ele pode tudo. Transar é se deixar sentir. Não escolha o êxtase. Não determine a ordem. Deixe fluir. Não importa a parte do corpo.

Repare o olhar. Sinta a energia. Repare o tremor dos lábios. Repare a voracidade da língua. Sinta a pulsação. Repare nos poros. Repare o arrepio.

Solte-se. Sinta tudo. Permita-se. Libere-se. Esqueça tudo de seu no outro. Vá até avesso dele.

O tesão – simplesmente – é. Não é feio ou bonito. Não é grande ou pequeno. Não é rico nem pobre. Não é gordo nem magro. Vale o frisson e a entrega.

Não repare no olho. Repare no tesão do olho. Não repare as mãos. Sinta o tesão das mãos. Não olhe para a língua. Olhe para o tesão da língua.

Transar é transcender. O tesão não é uma coisa. É para ser sentido. Não é só da biologia. É emoção. Não é só inteligência. É sentimento e alma.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s