VOCÊ CONSEGUE SE SUSTENTAR MO VAZIO?

Muitos não estão dando conta do vazio.

No entanto, nada é permanente. Nada é constante. Nada é regular. A festa acaba. Nunca conseguimos dizer tudo. Há buracos nas letras. Todo pote bordeja um vazio. Saímos e voltamos para o nada.

Viver é sustentar o nada. Viver não é cair no nada. Há o que não tem explicação. Menos sabemos que sabemos. Cantamos sabendo que perderemos a voz. Dançamos sabendo que um dia não dançaremos mais.

Não adianta querer tudo compreender. Não é possível. O filósofo é só um amante da verdade. Depois do claro vem o escuro. Depois da tempestade vem a bonança. Depois, a volta a tempestade.

Podemos e devemos sonhar com um mundo cor de rosa. Não podemos é achar que não é um sonho. A realidade é implacável. A realidade é o vazio. A realidade é o nada.

Muitos angustiam. Muitos não suportam. Muitos desistem. Muitos não se sustentam. Vivemos na corda bamba. Não é fácil sustentar algum equilíbrio. A saída é – talvez – viver de corda em corda.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s