POR QUE SOMOS TÃO COVARDES DE NÓS MESMOS?

Você já observou como os filósofos trabalham? Vivem tomando o pensamento do outro para complementar seus próprios pensamentos. Falta originalidade.

Somos – também – assim. Pulamos de uma ideologia para outra, de uma doutrina para outra ou de uma pessoa para outra.

Não suportamos quando falta. Logo arranjamos algo para tampar nossos buracos. Escondemos atrás de quem não somos quando poderíamos ser quem somos.

Deveria ser ótimo quando tudo deixa de funcionar. No entanto, entramos em desespero. Daí, pegamos o já pronto. Vivemos de máscara em máscara. Perdemos a oportunidade de inventar quem somos. Deixamos de ser quem somos para sermos o que querem que sejamos.

Freud não deveria ser um mito. Lacan, também não. É por isso que parece que o mundo é sempre o mesmo. Parecemos insetos em volta da lâmpada do já dado.

Os gurus são péssimos. Os professores, também, porque sufocam. Subestimam nossa inteligência para a invenção de nós mesmos.

É por isso que somos seres adoecidos. Nunca nos curamos. Sempre angustiados. Sempre ansiosos. Não cobrimos nossas angústias com nossas verdades. Não inventamos o singular para as nossas ansiedades. Parecemos ventríloquos de livros de autoajuda. Parecemos sonâmbulos das religiões ou ciborgues das filosofias.

O tempo todo a vida nos dá a oportunidade de descobrirmos quem somos. No entanto, viramos as costas para a verdade e adentramos no mundo das ilusões.  Nunca nos olhamos ou nos perguntamos o que podemos inventar disso que nada pode fazer qualquer coisa por nós.

Até quando tanto medo de si? Até quando tanta covardia de si?

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s