MUITO CUIDADO COM O AMOR QUE VOCÊ SENTE PELAS PESSOAS …

As pessoas não têm asas. Nunca vi ninguém entrando dentro de ninguém. Nós é que trazemos as pessoas para dentro de nós.

Nutrimos sentimentos pelos outros. Tudo o que penso é meu. Tudo o que sinto é meu. Tudo o que está dentro de mim fui eu quem trouxe para mim.

Ninguém me aplicou uma injeção de si. As pessoas não foram colocadas à força em mim. Ninguém está colado em mim.

As pessoas estão ao meu lado. Eu é que as coloco para dentro. Eu é que as permito entrar. As pessoas não são os sentimentos que temos por elas. É nosso o sentimento que sentimos pelo outro.

O que invento do outro não é dele. É meu. O outro tem os pensamentos dele. O outro tem os sentimentos dele.

É complicado trazer as pessoas para dentro. Há sempre o risco de sermos contrariados. Quando isto acontece, não existe cirurgia para tirar o outro de dentro.

Nada pior que alguém continuar conosco não estando mais conosco. A culpa é nossa que colocamos as pessoas para dentro. Temos que ter clareza de que o que sentimos não é de quem sentimos.

Não é do filho o amor da mãe. Tanto que – em algum momento – o filho precisará decepcionar sua mamãezinha querida. Ele nunca será ele mesmo se isto não acontecer.

É impossível saber se há correspondência entre o amor que sinto por alguém e o amor que alguém sente por mim. O amor não é visível. É por isso que nunca estamos seguros do amor do outro. Fora que esse amor pode mudar. Pode aumentar. Pode diminuir. Pode acabar. Não termina bem quem acha que o outro sente o mesmo que si.

Meu sentimento é um. É uma invenção minha. O sentimento do outro é dele. É uma invenção dele. Não posso achar que está dentro do outro o mesmo sentimento que tenho por ele dentro de mim. Não posso achar que o outro sabe do meu sentimento por ele. Não sabe. É impossível saber o que alguém sente.

Esse outro que está dentro de mim é uma criação minha. É melhor pensar assim. Não enlouquecerei se algum dia ele me disser que o amor que sinto por ele não é o mesmo amor que eu pensava que ele sentia por mim.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s