POR QUE PARECE QUE O BRASIL NÃO TEM MAIS VOLTA?

Por que esta sensação de que tudo parece estar de cabeça para baixo? Esta sensação de que tudo se perdeu?

Parece que não temos mais a capacidade de valorar as coisas. Coisificamos certos pensamentos.

Não entendo como alguém pode não achar nobre o fato de termos tirado trinta e três milhões de pessoas da linha da miséria.

Há um certo olhar que parece petrificado de que pobre tem mais é que morrer mesmo.

Parece que reduzimos nossa visões sobre as relações humanas.

Ainda que os LGBTs sejam pessoas honradas, competentes e amáveis, o fato de fazerem sexo com alguém do mesmo sexo, as tornam – para muitos – pessoas diminuídas.

Não dá para entender.

Incorporamos certos preconceitos e não conseguimos tomar distância destes para que se tornem passados.

Impossível compreender como alguém pode achar que lugar de negro ainda é na senzala.

É muita miséria humana alguém sair por aí bradando que mulher tem que receber um salário menor que o homem só porque engravida.

Querem congelar certos pensamentos.

Querem nos impor visões equivocadas de mundo. Falta questionamento. Falta crítica. Falta contexto. A verdade agora existe. Todo ponto de vista não é mais a vista a partir de um ponto.

É necessário pensar sobre o próprio pensamento para perceber suas lacunas. As lacunas são as violências que precisam ser preenchidas com um novo pensamento de bem. A miséria social não é boa para ninguém. Ninguém quer ser diminuído por algo que não se justifica. Não faz sentido usar o critério de gênero como determinante para diferenças salariais. Os pobres precisam ser ouvidos. Os LGBTS têm seus argumentos. As mulheres e negros também.

Se calarem, as vozes, terão que ouvir pelo ato. Pobres, negros, LGBTs e mulheres têm seus pontos de vista. Estas pessoas querem ser escutadas. Se não o forem por bem, terão que ser – nem que seja na marra.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s