O QUE É A CULPA?

O problema não é o ato. O problema é a memória do ato. O que tortura é o que fica.
O problema não é o feito. É o que não foi feito. É o que deveria ter sido feito.
O problema é o que poderá repetir. É se saberei fazer melhor. É se farei sem culpa.
Não nos livramos das nossas culpas e mágoas. Somos – também – isso que não gostamos. Achamos que temos controle. Mas isso sempre retorna. Aparece nos impulsos.
O problema é quando nos damos conta do erro: angustiamos e deprimimos. O que foi que eu fiz? Como fui capaz? Como tive coragem? Estas questões grudam, desesperam e tomam nosso cotidiano.
Muitos enlouquecem. Muitos as camuflam em dores, artrites, artroses, rinites, psoríases, herpes e tantas outras.
A psicanálise sugere falar da culpa. Falar – também – não é fácil. O bom de falar é que enquanto se fala, não se age.

Evaristomagalhaespsicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s