O QUE É A CULPA?

O problema não é o ato. O problema é a memória do ato. É o que fica na cabeça. É o que tortura a mente. A culpa. O remorso. O problema não é só o feito. É – também – o que não foi feito. É o que deveria ter sido feito. É o que se repetirá. É se saberei fazer melhor. É se farei sem culpa. Não nos livramos dos nossos instintos. Nossos ódios. Nossas raivas. Somos – também – isso e não gostamos. Achamos que temos controle. Isso retorna. Aparece nos impulsos. O problema é quando damos conta da burrada. É horrível. Angustia. Deprime. Não tem medicamento. Não tem cirurgia. Meus Deus, que foi que eu fiz? Como fui capaz? Como tive coragem? Estas questões grudam. Dão desespero. Tomam nosso cotidiano. Muitos enlouquecem. Muitos as camuflam com dores, artrites, artroses, rinites, psoríases, herpes e tantas outras. A psicanálise inventou a palavra. Falar – também – não é fácil. O bom de falar é que, enquanto se fala, não se age.

Evaristomagalhaespsicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s