NÃO EXISTE REVOLUÇÃO PARA A ALMA …

É óbvio que se as leis fossem aplicadas como estão escritas, mudaria – para melhor – a vida de muita gente. Mudaria no sentido dos direitos essenciais. Mudaria no que tange à dignidade humana. Melhoraria no que se refere às necessidades físicas.

A lei trata da vida material. Não trata da vida existencial. Para esta, não há lei. Nesta, a lei é de cada um.

Existe depressão em sociedades socialistas. Até os mais primitivos precisaram criar rituais para apaziguar suas mazelas psíquicas.

É óbvio que ninguém sobrevive sem comer, sem moradia, remédio, sem educação, sem lazer e sem cultura. Necessitamos desses substantivos.

No entanto, não somos só corpo. Somos – também – alma. Não sabemos tudo. Somos medo, angústia, melancolia e ansiedade. Disso nenhuma lei dá conta. As ideologias pulam este capitulo.

A revolução diz das coisas concretas. Não existe revolução para os nossos dilemas existenciais. Não existe ciência, filosofia e religião para explicar de onde viemos e para onde vamos. Nisto, todos estes bilhetes são mentirosos.

Há quem utilize a luta política para camuflar o enfrentamento disso que toda luta é vã. O homem não é um ser só social. O homem não é só um animal político.

Carregamos nosso inconsciente. Nele, todo bilhete é falso. Nenhuma palavra o toca. Nada o toca. Tudo cessa dele. Menos nós mesmos. Somos onde nos inventamos na medida em que, neste lugar, nada e nem ninguém pode fazer qualquer coisa por nós. Seria ótimo se a política fosse a solução para todos os nossos problemas.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s