NÃO AME O SEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO …

Fuja do mais próximo de você. Quem é o seu mais próximo? Não queira saber. Ele não desgruda de você. Dele ninguém consegue se livrar. Não temos escolha diante dele. Sobre ele, nada e nem ninguém pode fazer qualquer coisa. Ele está em nós e, ao mesmo tempo, está aquém do nosso controle. Ninguém o domina. É fácil amar um eu em fuga deste nosso próximo. É fácil amar um eu de superfície. Quero ver é amar este eu que está sendo gestado em nós – e que abominamos. Um eu que mascaramos. Um eu que negamos. Ninguém quer amar o seu próximo como a ti mesmo. O meu próximo me dá pânico. Faço de tudo para não lembrar desse meu próximo que está chegando. Fujo dele. Ame a ti. Não ame o seu próximo como a ti mesmo. Ele é cabuloso. Muitos se entopem de medicamentos para se livrar dele. Muitos o tentam esconder com infindas cirurgias plásticas. Ele é oito ou oitenta. Ou o amamos. Ou o adiamos. A maioria o odeia com suas angústias, depressões e somatizações. Eu prefiro uma terceira via: mantenho-o sob suspensão.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s