VOCÊ ACREDITA QUE BELEZA TRAZ FELICIDADE?

Existe uma diferença entre ser bonito para os outros e ser bonito para si. Nem sempre aqueles que consideramos bonitos, se acham bonitos.

Uma pessoa só pode se achar bonita para outra. Ninguém consegue se achar bonito para si.

O fato de alguém se achar bonito já esconde um problema. Se eu tenho que me achar bonito é porque – no fundo – não sou.

Existencialmente, todo mundo é feio. Como pode se achar bonito alguém que não sabe de onde veio e nem para onde vai? Como pode se achar bonito alguém que sabe que a juventude tem data de validade? Como pode se achar bonito alguém que não sabe o que poderá acontecer? Como pode se achar bonito alguém que pode ser abandonado à qualquer momento? Como pode se achar bonito alguém que sabe que tudo vai acabar um dia?

Fingimos amar quem nos ama para que o outro acredite que existe amor no mundo. Não ficamos bonitos para nós mesmos. Fico bonito para o outro e o outro fica bonito para mim. Nosso objetivo é nos alimentarmos de que o bonito existe. Tanto que ninguém gosta de ficar na companhia de gente que considera feia.

Precisamos de gente bonita para execrar do mundo a nossa própria feiura. No entanto, todo mundo tem o seu lado tenebroso. Ninguém é – existencialmente – cem por cento bem resolvido.

Viver não seria mascarar a morte? A beleza não seria uma espécie de ilusão da eternidade? O problema é que nunca começamos pela verdade. Preferimos a mentira – mesmo sabendo que de nada vai adiantar.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s