SÓ A ARTE PODE NOS SALVAR …

Qual peso não estamos dando de carregar? Não é o peso dos nossos pensamentos. Não é o que sabemos que tortura: o que dói é o que não sabemos. Falhamos quando não conseguimos convencer o outro do que pensamos. Ou seja, sofremos porque não possuímos a verdade – por mais que pensemos o contrário. Sofremos porque não temos explicação para um tanto de coisas. Não sabemos de onde viemos e para onde vamos. Não sabemos porque envelheceremos e morreremos. Não sabemos o que pode acontecer daqui a alguns segundos. São as ausências que nos tencionam. Não importa o que sabemos. É a falta que angustia. Ocorre que a sensação é a de que o vazio vem crescendo mais que as consistências. Parece que o mundo mais complica que descomplica. Quanto maior o enigma, maior a ansiedade. Escolhemos o entendimento como forma de calmante. Compreendemos que quanto mais conhecemos, menos desesperamos. O problema é quando não conseguimos tocar o estranho com os saberes que temos. O problema é essa sensação de impotência no combate à ignorância. A questão é quando sentimos crescer o pior. A sensação é a de que o mundo está desabando sobre as nossas cabeças. A psicanálise nos convida a escutar isso de que não sabemos. Não podemos partir para a agressividade ou para a loucura. Temos que nos reinventar sobre isso. Se o que o sabemos não está sendo suficiente para cobrir os obscurantismos, temos que mudar nosso jeito de dizer. Há quem consiga combater com alegria. Há quem sofra. Há quem entre em depressão. Há quem desiste de tudo. Não podemos esquecer que as maiores invenções da humanidade surgiram – exatamente – quando o homem se deparou com esses impasses. A arte é, sem dúvida, o melhor antídoto para os pesos que não estamos suportando carregar. Precisamos superar o círculo vicioso da repetição. Precisamos parar de pensar que não há mais o que ser criado. Precisamos superar nossos mitos. Precisamos parar de nos subestimar. Precisamos descobrir nossas potências. Estamos em um momento de elaborar o novo. Na falta deste, o desespero corre o risco de trazer de volta o pior. Nesse momento, só a arte pode nos salvar.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s