SERIA O FIM DA POLÍTICA?

Lacan diz que sofremos por amor não porque fomos abandonados por alguém. Sofremos por amor, porque a dor de amar, em alguma medida, nos remete à perda de nós mesmos. Tanto sofrimento, não é pelo medo de ficar só sem o outro mas, pelo medo de ficar só sem você mesmo. Nesse momento do Brasil, estamos tão atônitos e tão desesperados, porque, parece, que nos demos conta de que esse país tem dono e que não há o que esperar de nada de bom desse grande Outro. Antes acreditávamos na política, na justiça e na economia como uma construção em debate. Agora, nos demos conta da coisificação da política, da justiça e da economia. A instrumentalização do poder calou a nossa boca. O poder não mais discute: o poder age, o poder tem dono. Estamos impávidos, porque descobrimos o quão inócuo se tornou falar. A questão, hoje, é: quem detém o poder e que não detém o poder. Não ser o poder tem o mesmo sentido que perder um grande amor, um sonho, um desejo. E, no fundo, é meio que experimentar morrer não poder amar, sonhar e desejar. É meio que morrer perder as garantias mínimas da sobrevivência – uma vez que o poder tem a ver com o a quantidade e a qualidade do pão que vamos ter em nossa mesa amanhã. Ninguém se desespera porque perdeu o poder. Todo mundo entra em pânico, porque perder o poder é meio que colocar a própria vida em risco. E se não faz mais qualquer sentido falar, o que fazer então? Creio que estamos adentrando em uma nova forma de fazer política: não mais pela interlocução, mas pela ação. A questão que se coloca é: qual ação?

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s