O QUE É A HUMILDADE?

Bradam por aí uma fantasiosa teoria da superação. Falam de uma ilusória teoria de que se você quiser você pode tudo. Ninguém pode. Não é que somos impotentes. Não é que somos incapazes. Somos impossíveis.

Nunca seremos tudo. O mundo ilude-nos de que podemos ser o que quisermos. A verdade do mundo é a arrogância. No entanto, a verdade do mundo deveria ser a humildade.

Não sofremos por nossas pequenas perdas. Sofremos porque tudo o que perdemos, no fundo, nos remete à esse plano de impossibilidade que carregamos e negamos.

Podemos – sim – e muito. Mas, não podemos o impossível. Se não blefamos agora, é certo que iremos blefar um dia. É no que somos de impossibilidade que querem nos fazer acreditar que somos possíveis.

Só sabemos lidar com o insuperável descrendo dele. É por isso que entramos em pânico quando o que tanto negamos bate à nossa porta.

Não somos uma civilização de pessoas calmas. Somos elétricos, ansiosos e angustiados. Toda esta eletricidade deriva da nossa prepotência de querer vencer o invencível.

A depressão é a punição que nos impomos por não nos aceitarmos que somos constitutivos da impossibilidade.

Recalcamos o que não deveríamos. Sofremos porque cremos poder tudo. Este impossível não é para ser combatido. Não temos forças para tanto.

Será que em algum momento reconheceremos essa limitação? Será que em algum momento a abraçaremos? Será que em algum momento a tomaremos como sendo nossa?

O dia em que dermos conta de fazer isto – certamente – descobriremos que a felicidade é a humanidade.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s