MAIS ARTE E MENOS TECNOLOGIA …

Não existe essa história de que já esgotamos tudo. Ouço, com frequência alguns apocalípticos bradarem o fim da arte, da música, do cinema, da psicanálise e da literatura.

Sobre o superficial, acredito não haver mais nada o que dizer. Agora, sobre o essencial, tudo ainda está por ser dito.

É fácil criar sobre o óbvio. Quero ver é criar sobre o que nos causa pânico.

É fato que sabemos muito de nós mesmos – no sentido biológico, cognitivo e sentimental. No entanto, avançamos zero sobre o essencial de nós mesmos.

Não estou mais interessado no próximo carro, no próximo eletrodoméstico ou no próximo dispositivo virtual. Do ponto de vista prático, penso que já temos mais que o suficiente.

Agora, quero saber das nossas questões existenciais. Quero criações sobre o que nos causa angústia e desespero.

Não quero saber da pele ou do cabelo. Quero é saber do osso.

Quero uma arte, uma ciência, uma religião ou uma filosofia que sejam corajosas o bastante para criarem sobre o fato de que nada sabemos sobre nós mesmos.

Estou de saco cheio desses filminhos de amor água com açúcar. Não aguento mais esse olhar pasteurizado e esse riso fácil.

Já sabemos que as lógicas da filosofia e da ciência não chegam onde mais precisamos.

Nossa razão ocidental mais foge que aproxima do que mais necessitamos saber.

Gosto da arte que não quer saber, que não quer explicar e que não quer provar nada. Gosto da arte que só quer mostrar, que quer fazer ver e enfrentar.

Vendo posso chegar perto. Vendo posso criar intimidade. Vendo posso carregar comigo. Vendo posso ver o que dá pra ser feito.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s