TODO DESEJO É INSACIÁVEL …

Desejo é sinônimo de falta. Falta é o que nada toca. Mesmo se encontrássemos o maior amor do mundo, mesmo tendo toda a riqueza do mundo, mesmo se fôssemos considerados a pessoa mais bela do mundo, há algo em nós que nada disso supre. É porque nada comporta, que ficamos histéricos. Alguns até enlouquecem. Outros desistem de tudo. É por não aceitarmos essa nossa deficiência constitucional, que insistimos no amor, que não cansamos de acumular coisas e que saímos por aí plastificando tudo o que podemos dos nossos corpos. Por mais que recalquemos, não conseguimos recalcar tudo da nossa verdade existencial. Carregamos fantasmas amedrontadores. Carregamos enigmas indecifráveis. Somos insaciáveis. É por isso que falamos demais. É por isso que comemos, bebemos e usamos drogas de todo tipo e para além da conta. É por isso que endividamos no cartão de crédito. É por isso que, se vivêssemos mais dez vezes o que já vivemos, não daríamos conta de tudo o que entope nossos armários. Queremos contornar o incontornável. Na verdade, existimos não para exibir quem somos e temos. No fundo, tudo o que somos e acumulamos, serve apenas para mascarar todo o desespero que carregamos dentro de nós mesmos. A verdadeira felicidade é a capacidade de ficar só consigo como sendo nada.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s