O QUE É O INCONSCIENTE?

Achamos que comemos chocolate só porque gostamos. Não brigamos só por amor. Nenhuma torcida quebra tudo só porque perdeu uma partida qualquer. Não vou ao cinema só para ver o filme do meu diretor preferido.

Não agimos só com consciência: agimos – também – movidos pelo nosso inconsciente.

E o que é esse nosso inconsciente? Tudo o que faço é para não fazer outra coisa. Esta outra coisa é o meu inconsciente. Estou aqui para não estar lá: lá é o meu inconsciente. Meu inconsciente é o que não digo, esqueço ou troco. Ninguém é um. Somos dois: um consciente e outro inconsciente. Um negando o outro. Um tentando se defender do outro.  Um se culpando pelo outro. Um tentando punir o outro.

Tememos o nosso aquilo. Por isso, comemos mais do que deveríamos. Por isso, ficamos mais agressivos que o normal. Tudo o que excedemos é para tamponar isso que desconhecemos em nós.

O inconsciente é o exagero,  o que sobra e o que transborda.

Não temos olhos para o que não somos: essa é a questão. Queremos ser completos.  Porém, não se trata de querer: carregamos – também – o que negamos.

Faremos muitos estragos enquanto insistirmos em tomar como estranho isso que nos pertence.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s