POR QUE O SUICÍDIO?

Muitos estão com uma sensação crônica de estranhamento para com a vida e com o mundo. Estamos desafectados. Há muita incerteza pairando no ar. Não estamos conseguindo enxergar – sequer – que a vida se constitui de diferentes pontos de vista.

Estamos indo sem saber o caminho. Parecemos errantes à procura de não sabemos o quê. Estamos indo sem saber ao certo o que queremos.

É fato que não existe caminho certo. No entanto, não podemos perder a vontade de prosseguir.

Parece que desajustamos geral. Parece que ninguém acredita mais em algum lugar ao sol. Falta laços, imaginação, sonho e arte.

Alguns estão tomando a si como complementos e ficando como criancinhas fechadas em seus narcisismos.

Outros estão obcecados pelo trabalho e pelo dinheiro – como um dependente químico com sua droga. Muitos estão caindo no vazio e colocando em jogo suas existências. Na ausência de qualquer ponto de conexão o viver vai ficando completamente desvitalizado.

Não é o caso de trazer de volta o mundo da falsa totalidade – o que não se quer dizer de um mundo completamente esvaziado.

Parece que ainda não aprendemos a lidar com contraditório que nos constitui. Muitos estão se matando porque ainda não aprenderam que a vida é feita de não e de sim. Precisamos aprender a integrar o que não é ao que é.

A vida não é assim tão asséptica como fomos ensinados!

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s