AINDA BEM QUE NÃO EXISTE LEI PARA O TESÃO …

Dizem que no amor só temos duas alternativas: amamos ou usamos as pessoas. Quem dera se o sexo coubesse apenas nessas duas alternativas.

Namoramos ou ficamos. Há quem detone este último e vanglorie o primeiro.

Dizem que quem só fica não sente. Que absurdo!

Será que essa descrição corresponde ao que realmente acontece com quem gosta de sexo casual? Creio que não.

Jamais saberemos descrever o que se passa quando duas ou mais pessoas resolvem ficar.

Em qualquer encontro um mundo de toques, cheiros, olhares, audições, sensações e emoções estão presentes.

Há muito mais entre as palavras e as coisas do que pode imaginar a nossa vã filosofia.

Por que não viver mais que pensar?

Por que não experimentar mais que julgar?

Por que não mais tesão que razão?

Creio que aqueles que defendem o amor romântico como a única nobreza de amar, no fundo, são recalcados disso que circula nos cheiros, nos olhares, nos toques, nas insinuações e nas seduções.

Há o dito e o não dito.

Ainda bem que não existe lei para o tesão.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s