SOU IDIOTA

Nossa mente é composta de pensamentos conscientes e inconscientes. Os pensamentos conscientes são aqueles que apreciamos e os pensamentos inconscientes, nem tanto. Freud acreditava que, pela análise, poderíamos transformar os pensamentos inconscientes em pensamentos conscientes. Com o tempo, ele mesmo desistiu dessa ideia. Há um núcleo do nosso inconsciente que nenhum pensamento toca. Há – em nós – um pensamento que não pode ser pensado. Não conseguimos desenvolver nada sobre ele. Não há o que dizer. Quanto mais nos debruçamos sobre ele mais distantes dele ficamos. Foi porque inventamos a consciência que inventamos a possibilidade de tornar tudo consciente. Doce ilusão! Não podemos tudo com nosso intelecto. Desse modo, nesse ponto limite da nossa consciência, não nos resta mais nada – a não ser olhar para o nada sem nada poder fazer. Há um ponto em nós em que a imbecilidade é a virtude. Pagamos com pânico , angústia, ansiedade, surto ou suicídio – se resistirmos a essa idiotia. Há um núcleo em nós em que só nos resta amar a nossa ignorância. A psicanálise começa onde termina a religião, a filosofia e a ciência. A psicanálise é o silêncio do psicanalista: o que cada um fará com seu silêncio? Eis a questão.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s