VIVER DE VERDADE NÃO É FÁCIL PARA NINGUÉM

Podemos escolher entre a maçã e o pêssego. Podemos escolher se vamos sair ou ficar em casa. Podemos escolher se queremos ficar com alguém. No mundo real podemos  – sim – escolher o que queremos. Não podemos fazer o mesmo mundo existencial. Nele não há desvios. Nele temos que nos submeter. 

No mundo real ainda podemos gozar de algum poder. No mundo existencial só nos resta a humildade.

No mundo real há desigualdade econômica, política e social. No mundo existencial terminaremos iguais – e sem nada.

O mundo existencial é o lugar das certezas. Nele não posso escolher ficar jovem a vida toda. Não posso escolher não morrer. O mundo existencial foi feito para quebrar nossa prepotência do mundo real.

Contudo, esquecemos do que nos espera. Esquecemos que o que nos espera já está em curso. Esquecemos que o que nos espera pode chegar a qualquer momento. 

Vivemos um mundo duplicado. Só sabemos viver um lado. Não sabemos viver o todo. É por não sabermos viver tudo que entramos em pânico quando somos surpreendidos pelo que não esperávamos.

O depressivo é um tipo triste porque não se preparou para o outro lado da vida. Deve ser por isso que estamos vivendo uma epidemia de doenças psiquiátricas. Parece que estamos confundindo existir com o que se passa quando estamos de frente para uma vitrine de uma loja de grife.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s