SÓ SOFRE QUEM QUER

Talvez o grande segredo esteja em aprender a trocar. Ninguém é só isso ou só aquilo. Somos tudo. Somos o infinito.

Precisamos dar conta de trocar o pânico de escuro por uma boa noite de sono. Precisamos dar conta de troca quem resolveu não voltar nunca mais por livros e discos.

Ficamos angustiados quando não sabemos permutar. Ficamos ansiosos por acharmos que tudo é inferior ao que idealizamos como sendo nosso único tudo. Não é.

A vida nunca será como gostaríamos. As coisas nunca funcionarão conforme nossos conceitos.

O fluxo da vida pode não seguir o ritmo que desejamos.

A vida não é boa nem má. A vida é como é. Sob certas situações não adianta sofrer e nem lutar contra.

O fato é que esquecemos que a própria vida nos oferece contrapartidas. Tudo depende do que escolheremos para colocar no lugar.

Sofreremos se impusermos nossas condições.

Pode ser que a vida não esteja mesmo disposta a negociar conosco de forma justa. Nesse caso, só nos resta a habilidade de trocar o pior por algum outro prazer – ainda que desigual.

Se não for o ideal, que seja, então, ao menos uma espécie de redução de danos.

Lembro da filha que perguntava o tempo todo à sua mãe – em fase terminal – o que ela mais tinha vontade de vestir, comer, beber, ouvir e fazer.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s