QUEM DISSE QUE SÓ FICAREI BEM TENDO ALGUÉM?

Em tudo associamos porque tudo tem que ter uma explicação. Um vaso sempre pede uma planta é uma palavra pede outra.

Não suportamos a falta porque queremos tudo preencher. Estamos – o tempo todo – tentando relacionar e combinar: a roupa tem que bater, a música não pode destoar e a química tem que acontecer.

Tudo isso funciona muito bem para as plantas, as palavras, as roupas, a música e a química. No amor, não é bem assim que as coisas são.

Estamos condicionados à associar felicidade com a presença de alguém. Sofremos porque não abrimos mão disso não acontecer. No entanto, sobre as pessoas,  podemos não ter amanhã quem está conosco hoje. Podemos perder quem jamais imaginávamos.

Também, pode ser que não recuperemos, pode ser que seja insubstituível e pode ser sem volta.

Não é a vida que é cruel. Nós é que não estamos preparados para perder. Por isso, estamos sempre impor uma lógica.

Entramos em pânico quando olhamos para o sábado sem nenhum convite para sair. É por não suportarmos não ter, que ficamos com o que dá para o gasto. Ocorre, que mesmo para o gasto pode não ser assim tão bom.

Quem disse que só ficarei bem com alguém? Pode acontecer de ninguém atravessar o meu caminho.

Não podemos nos obrigar a uma companhia. Um vaso sem flores pode causar até certo incômodo. No entanto, as flores podem compradas. Não compramos é a solução para a nossa solidão.

Podemos ter que dar conta de uma felicidade sem ninguém. Certas coisas podem ser – ainda que não gostaríamos que fosse.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s