POR QUE RETEMOS AS FEZES?

Temos questões em doar. Temos questões em soltar sem saber o que será feito disso – que é nosso – e que vai para nunca mais voltar.

É certo que iremos para onde tudo vai.

Retemos porque tememos perder.

Defecar seria experimentar perder algo de si.

Para o capitalismo, quanto mais acumulamos mais inteiros seremos.

Sabemos que somos finitos e temos pânico disso. Por isso, rezamos a cartilha de uma casa entupida de coisas úteis apenas para a nossa angústia existencial.

Para Freud, todo fanatismo seria uma espécie de merda velha guardada nos recônditos do intestino da humanidade.

Ninguém quer perder. Ninguém quer ficar no vazio.

O consumo incentiva esse medo vendendo falsas soluções para tal.

Com o pânico generalizado do esvaziamento, todo mundo acha que estando cheio o risco de se perder é menor.

Quem não defeca crê que o pesado é mais seguro.

A medicina não consegue explicar certos casos de constipação intestinal.

Conheço muitos narcisistas com esse tipo de comorbidade.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s