NÃO ADIANTA DESESPERAR COM A SAUDADE

Nunca estamos satisfeitos com o que temos. Estamos sempre com a sensação de que algo está faltando: algo que se foi e nunca mais voltou ou que ainda não veio. Basicamente, tudo da psicologia e da filosofia surgiu com o propósito de superar essa nossa sensação e de nos fazer acreditar que podemos encontrar a felicidade plena. Ocorre, que parece que quanto a mais a filosofia chega perto dessa felicidade, mais distante essa mesma felicidade fica dela. Ou seja, parece que não existe mesmo solução para essa nossa sensação de incompletude. Estamos no campo, o céu azul, o sol brilhando e os pássaros cantando. Contudo, tem sempre uma saudade nos atravessando. A questão é que só sabemos tratar essa nostalgia como um incômodo. Não suportamos viver com ela. Cremos na felicidade pela superação da tristeza. Doce ilusão! Algo de nostálgico nos constitui – uma vez que estamos no tempo e perderemos sempre – porque tudo passa. Porém, tudo passa e tudo vem. O bom é que tudo o que vem, não chega igual ao que foi. Nosso grande problema, é a ilusão que temos de que pode chegar completo. Completo, nunca chegará. Não adianta desesperar. Não adianta sofrer. Apesar de desejarmos, a vida quase nunca é como gostaríamos. Podemos até tentar virar o jogo. Contudo, podemos ser surpreendidos. Ninguém consegue ter domínio completo de tudo. Ninguém é cem por cento feliz. Algo sempre faltará. A questão é o que fazer com essa falta. Com a mesma serenidade que experimentamos a alegria, temos que dar conta de experimentar a tristeza. Com a mesma tranquilidade que admiramos uma paisagem, temos que dar conta do fato de que essa mesma paisagem não estará mais lá quando olharmos novamente. Viver é a capacidade de experimentar tudo da vida. Podemos até tentar superar, mas até para superar, precisamos manter a espinha ereta, a mente quieta e o coração tranquilo.

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s