MENOS ARROGÂNCIA E MAIS SABEDORIA, POR FAVOR!

Diante de uma determinada doença a medicina logo aparece com uma medicação ou um procedimento cirúrgico e prometendo o pleno restabelecimento da saúde do doente. Ocorre que chega a um ponto em que nem mesmo a medicina pode fazer qualquer coisa para a nossa permanência neste mundo.

Partimos para a religião – que também nada pode fazer para aplacar nossos medos: não conheço alguém que tenha voltado da morte para confirmar o que dizem as religiões.

Desse modo, há o que não podemos ultrapassar. Há o que não tem recurso. Há o que nada e nem ninguém possui qualquer coisa capaz de aliviar nossas tensões. Há o incondicionado.

Chega um momento em que todo eu cessa. Chega um momento em que não adianta inventar mais nada. Não tem mais volta.

Não adianta trocar isso por aquilo. Eis a diferença entre saber e verdade O primeiro é para as coisas mutáveis: posso pensar de outro jeito ou encontrar outras saídas. O segundo é para quando não há mais o que possa ser feito. Quem não teme a verdade não entra em pânico, não enlouquece, não desespera, não angustia e nem fica agitado. Não podemos tudo: menos arrogância e mais sabedoria, por favor!

Evaristo Magalhães – Psicanalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s